October 06, 2007

Monstros Marinhos



Várias pessoas que visitam o Blog me perguntam como é o meu processo de criação. Então, para poder responder a todos, farei um pequeno resumo

Eu gosto de desenhar no papel, com lapiseira 05 e grafite 2b. Para mim é muito especial o traço que a própria mão realiza. Essa linha que o grafite descobre e que torna determinados desenhos únicos e especiais.

Não tenho um único processo para criar. Cada história tem uma narrativa diferente, uma cor diferente e o desenho será aplicado em um formato que vai limitá-lo. O divertido é buscar a criação que responda a essas e outras características.

A técnica que utilizo no geral é a aquarela porque é a que meu desenho se adaptou e se valorizou. Sou completamente autodidata nessa técnica. Aprendi observando e experimentando.

O papel que venho trabalhando há alguns anos é o Arche - rugoso fino - 300gr, um papel de fabricação francesa da Canson que dá uma distribuição muito delicada da aguada e um acabamento aveludado. Além de ter um tratamento antifungo, o que para nosso clima tropical é essencial. Os pincéis são de pelagem das mais variadas formas e tamanhos e todos importados. A aquarela é a inglesa Winsor&Newton em tubo, o que facilita o uso e a conservação desse tipo de material. Para cobrir a linha do desenho eu uso nanquin, cor avelã, também da W&N e uma pena Conté. E alguns azulejos para diluir a tinta.

Não digitalizo as imagens e nem aplico qualquer efeito de acabamento em softwears.

Utilizo o computador para criar projetos gráficos, diagramação, etc.

Os originais são enviados pelo correio, bem embalados, juntos de uma boneca do livro e outros dados pra montagem.

Algumas etapas do desenvolvimento das imagens podem variar um pouco, mas basicamente é assim.

um abraço!

4 comments:

Camila Carrossine said...

Legal vc repartir isso...eu penso que o método é tão interessante quanto o trabalho final num trabalho artístico... seu trabalho é muito bonito!!!

Sidney falcão de Carvalho said...

Olá, Elisabeth,

Legal as dicas que você deu. Acho gentil da sua parte,compartilhar os seus conhecimentos com as pessoas que admiram o seu trabalho, bem como com ilustradores que estão começando a carreira.
Depois que o livro fica pronto, as ilustrações retornam pra você ou se tornam propriedade da editora ou do autor do livro?
Um abraço

Sidney

belinha said...

Obrigada por partilhar!

Bruno Fernandez ●๋• said...

Muy buena tu descripcion.
Gracias por visitar mi Blog y dejar un comentario.
:-)