December 24, 2018

FELIZ NATAL!






QUE TODOS NESSA TERRA TENHAM UMA NOITE ILUMINADA DE PAZ E AMOR!

December 08, 2018

Planeta Água


Receber um presente pelo Correios é sempre uma grata surpresa! Enviado por crianças, melhor ainda! Que vivem e estudam em vilas ribeirinhas do Amazonas... um contentamento que não cabe no peito!

Este presente vou enviado pelos alunos da Escola VivaAmazônia, da comunidade de Gaspar, que fica na margem esquerda do rio Jauaperi, afluente do rio Negro, no estado do Amazonas. Esta escola tem um projeto de educação bem especial, fruto de um ideal de ensino conectado com educação ambiental e levado adiante por professores também muito especiais.  Grata pelo carinho dessas crianças maravilhosas e espero a oportunidade de junto com Rosinha, André, Lucia, Odilon, Ellen e Renata visitarmos um dia sua escola.


Este é um cartão-livro, criação dos alunos do Pré II e Fundamental I ...







E a turma do fundamental II apresentou lindamente o lugar onde vive. 
Sabrina, Jhenyfer, Marcileny e Giseli desenharam e escreveram...


"Aqui no rio Jauaperi, afluente do rio Negro, o verão começa no mês de agosto quando o rio seca e surgem as praias e pedras. Nós vamos a praia brincar de volei e futebol. Nesse período vários animais como jacaré, gaivotas, corta águas, cobras, camaleões, gaviões e quelônios andam nas praias. Quando a gente vai brincar na praia encontramos os rastros desses animais e é uma coisa muito interessante e engraçada. 
O inverno começa a partir de janeiro quando a água sobe e alaga a floresta que se chama igapó. O igapó serve de abrigo para vários animais principalmente para os peixes que se alimentam de frutas. Quando tem igapó nós vamos pescar e pegamos muitos peixes. E é fácil de encontrar macacos comendo frutas, ariranha e ninhos de passarinhos."


E o Renildo, Alan, Kevem e Ian criaram e ilustraram uma história sobre o boto cor de rosa da Amazônia...


"Um dia pai e filho foram pescar na beira do rio.
O pai falou:
- Aqui está ruim de peixe, vamos tentar lá no lago do jenipapo.


Chegando no lago começaram a pescar e o filho avistou algo muito estranho e perguntou:
- Pai, o que é aquilo que está boiando?
- Deixa de ser medroso menino! É só um boto!
De repente o boto saltou e mergulhou na água...


e boiou perto da canoa.
Os dois homens ficaram surpresos porque o boto era muito esquisito. Tinha uma grande barba vermelha e algo no bico muito brilhoso. Do nada o boto falou:
- Menino pega essa pedra, ela vai te dar o dom de comunicar com todos os animais e seres vivos!
O menino pegou a pedra e disse para seu pai:
- Pai, o boto me deu o dom de comunicar com todos os seres. Agora tenho o dever de cuidar e proteger a natureza!"



 

O Projeto Quelônios é desenvolvido pelos alunos e professores da Escola Vivamazônia na região onde vivem e que faz parte da Reserva Extrativista do Baixo Rio Branco - Jauaperi, criada neste ano. O quelônio é uma espécie de tartaruga de água doce, presente na região amazônica. Esse curta animado, produzido pelas crianças, traduz a importância do trabalho de conscientização de preservar o meio ambiente na própria comunidade através da educação desde cedo.